Weber - Saint-Gobain

A escolha de revestimento com placas cerâmicas

DESCRIÇÃO DAS CARACTERÍSTICAS

As placas cerâmicas para revestimento têm características próprias, determinadas por seu processo produtivo. Por isso é muito importante conhecer as principais delas.

Escolha produtos que atendam às normas técnicas e sigam as informações fornecidas pelos fabricantes nos catálogos e embalagens, lembrando os seguintes itens:

Veja, abaixo, as definições técnicas da tabela.

*Os valores de PEI indicados servem apenas como referência. Durante a especificação devem ser consideradas as condições de uso como: limpeza do ambiente, intensidade de tráfego e tipo de solado.

Obs.: toda placa cerâmica de revestimento deve apresentar expansão por umidade menor ou igual a 0,6mm/m ou 0,06%.

RESISTÊNCIA A MANCHAS (LIMPABILIDADE)
Indica a facilidade de limpeza das placas cerâmicas.

ABSORÇÃO DE ÁGUA
É a capacidade da placa de absorver água. A absorção de água influi diretamente em propriedades, como resistência mecânica e resistência ao gelo, dentre outras. As Normas Brasileiras e internacionais determinam grupos de absorção para facilitar a recomendação de uso.
Atenção: nesta classificação, a letra maiúscula (B) significa que o produto é prensado. O numeral romano (I, II, III) seguido pela letra minúscula (a, b) determina o grupo de absorção de água.

RESISTÊNCIA A ATAQUES QUÍMICOS
É obrigatória, em qualquer placa cerâmica, a resistência a ataques químicos de produtos de limpeza domésticos.

RESISTÊNCIA À ABRASÃO
A resistência ao desgaste superficial em placas cerâmicas esmaltadas (PEI) pode ser dividida em seis grupos. E essa não é a única característica importante a ser considerada na indicação adequada das placas cerâmicas. Obs.: No caso de produtos extrudados (não-prensados), o método para verificar a resistência à abrasão é o de abrasão profunda, e não o método PEI.

RESISTÊNCIA MECÂNICA
Propriedade da placa de resistir ao peso e/ou à força sobre ela. Depende tanto do material quanto da espessura da placa.

RESISTÊNCIA AO GELO
Em regiões frias, a água penetra nos poros da placa cerâmica e, ao congelar, aumenta de volume, danificando a placa. É uma característica que depende muito da absorção de água.

ANTIDERRAPANTE (COEFICIENTE DE ATRITO)
Quanto mais áspero e rugoso o piso for maior é a resistência ao escorregamento e maior o seu coeficiente de atrito. Segundo as normas, um piso é considerado antiderrapante quando o coeficiente for maior do que 0,4.

OBSERVAÇÕES:
1. Para produtos especiais, como o grês porcelanato, tanto em paredes como em pisos internos ou externos, deve-se utilizar a argamassa colante e a argamassa para rejuntamento, que devem ser específicas.
2. No caso do porcelanato, pastilhas ou placas cerâmicas de baixa absorção, grupos Bla e Blb, é necessário o uso de argamassa colante específica.
3. Em aplicações específicas como piscinas, saunas, churrasqueiras etc., consulte um profissional especializado e/ou fabricantes.
4. Em regiões muito frias, as placas cerâmicas para áreas externas devem ser dos grupos Bla e Blb.