Weber - Saint-GobainWeber - Saint-Gobain

weber.guard galvashield CC65

weber.guard galvashield CC65

Benefícios de produtos

  • Prevenção de corrosão, minimizando o início de novos pontos
  • Controle de corrosão, reduzindo a atividade de corrosão em curso
  • Fácil instalação
  • Relação custo-benefício da intervenção
  • Redução dos custos de manutenção
  • Possibilidade de controle do desempenho
  • Não necessita de fonte externa de energia para o monitoramento

 

 

Produto de alto desempenho para prevenção ou controle da corrosão em curso e para prevenir o início de novas atividades de corrosão em estruturas de concreto armado. São unidades de proteção catódica galvânica constituídas por um ânodo de sacrifício de zinco puro, encapsulado num material alcalino de elevada condutividade elétrica. Devido à maior eletronegatividade do zinco em relação ao aço, o zinco inicia o processo de óxido-redução antes do aço, evitando a inversão de polaridade gerada pelos diferentes materiais utilizados na estrutura. Desta forma, weber.guard galvashield CC65 protege as armaduras e evita a deterioração dos elementos estruturais, ampliando consideravelmente a vida útil das estruturas de concreto armado.

 

 

 

Produto

Usos

  • Em obras novas, em reparos localizados ou generalizados, superficiais ou profundos para prevenção ou controle da corrosão
  • Extremamente eficiente para estruturas localizadas em ambientes cuja agressividade se caracterize pela alta concentração de cloretos
  • Estruturas de concreto armado em ambientes marinhos, como edifícios a beira-mar, píeres, cais e ancoradouros
  • Indústrias de papel e celulose e indústrias químicas

Vantagens

  • Prevenção de corrosão, minimizando o início de novos pontos
  • Controle de corrosão, reduzindo a atividade de corrosão em curso
  • Fácil instalação
  • Relação custo-benefício da intervenção
  • Redução dos custos de manutenção
  • Possibilidade de controle do desempenho
  • Não necessita de fonte externa de energia para o monitoramento
  • Maior durabilidade das estruturas de concreto armado*


*Como em todos os sistemas de proteção galvânica, a vida útil e o comportamento dependem, dentre outros fatores, da densidade da armadura de reforço, da condutividade do concreto, da concentração de cloretos, da umidade e do espaçamento entre ânodos.

 

 

Propriedades e características

Fornecimento e armazenagem
weber.guard galvashield CC65
é fornecido em caixas com 20 unidades.
Mantido em local seco e ventilado e na embalagem original, sua validade é de 24 meses.
 

Recomendações de segurança

As medidas de higiene e de segurança do trabalho e as indicações quanto ao fogo, limpeza e disposição de resíduos devem seguir as recomendações constantes na FISPQ do produto.

 

Importante

O rendimento e o desempenho do produto dependem das condições ideais de preparação da superfície/substrato onde será aplicado e de fatores externos alheios ao controle da Weber, como uniformidade da superfície, umidade relativa do ar e ou de superfície, temperatura e condições climáticas, locais, além de conhecimentos técnicos e práticos do aplicador, usuário e outros. Em função destes fatores, o rendimento e performance podem apresentar variações.

Documentação

Enviar ou fazer download de documentação

Você pode enviar a documentação para o endereço e-mail, ou baixá-lo.

Aplicação

Critérios de projeto

A proteção catódica galvânica fornecida por weber.guard galvashield CC65 é extremamente eficiente para estruturas inseridas em ambientes cuja agressividade é caracterizada pela alta concentração de íons de cloreto, ou seja, quando o mecanismo eletroquímico em que a corrosão das armaduras tenha se instalado e se desenvolvido ou onde possa vir a ocorrer pela penetração diferencial de cloretos nos
elementos de concreto.

Tabela 1: Nível de proteção weber.guard galvashield CC65

 

DescriçãoDimensões (diâmetro x comprimento)Dimensões mínimas da perfuração (diâmetro x profundidade)
Adequado para densidade de aço moderada46mm x 62mm50 x 95mm

Pode-se calcular o consumo e definir o espaçamento das unidades em função da razão entre a área superficial de aço a área de concreto.
As medidas da superfície de aço e de concreto devem ser calculadas por metro linear do elemento. A superfície de aço não é taxa de armadura relacionada à seção de aço, mas sim a área superficial das barras principais somadas às dos estribos existentes em um metro linear do elemento. Em relação ao concreto, a superfície a ser considerada é a área total de todas as faces somadas. Esta relação de superfícies apresenta uma correlação direta com o raio de influência ou de cobertura da proteção das unidades instaladas num determinado elemento estrutural. Esta cobertura deve ser entendida como a proteção fornecida às armaduras devido à introdução do zinco no processo eletroquímico da corrosão metálica. Isto ocorre porque o zinco apresenta eletronegatividade superior ao aço, oxidando primeiro. A Tabela 2 apresenta o espaçamento dos ânodos em função da razão área de aço (AS) / área de concreto (AC):

 

Tabela 2: weber.guard galvashield CC65

 

AS / ACEspaçamento Máximo
< 0,20700 mm
0,21 – 0,40600 mm
0,41 – 0,54500 mm
0,55 – 0,67450 mm
0,68 – 0,80400 mm
0,81 – 0,94380 mm
0,95 – 1,07355 mm
1,80 – 1,20335 mm

 

 

 

Preparo da área a ser reparada

Delimite da área a ser reparada de acordo com o projeto, observando aquela que apresenta a corrosão das armaduras. Nesta etapa, utilize disco de corte diamantado estabelecendo figuras geométricas retangulares. Esta delimitação deve cercar as armaduras em toda a extensão corroída. Libere cerca de 100 a 150 mm além dela, atingindo esta distância da armadura íntegra em todas as direções. Proceda com a limpeza das armaduras corroídas com o uso de jato captivo, como o de granalha metálica, ou com o uso de escovas de cerdas de aço e lixas abrasivas, de modo a remover todo o material oxidado da superfície em todo o perímetro das barras. A limpeza deve aproximar-se do padrão de “metal branco” e as barras que perderam mais de 15% de sua seção devem ser suplementadas, de acordo com o projeto de recuperação da estrutura. Em peças novas, lixe ou escove os locais de fixação das unidades.

 

 

Instalação

A locação e o espaçamento entre as unidades de weber.guard galvashield CC65 devem ser especificados por profissional especializado. Consulte o Departamento Técnico da Weber. Com o auxílio de um pacômetro, identifique toda a armadura existente na área a ser protegida. Marque as áreas onde serão executadas as perfurações. Sempre que possível, os ânodos devem ser instalados no mínimo a
100 mm da armadura.

Conexões em série

Um único circuito não deve conter mais que 10 unidades de weber.guard galvashield CC65. Execute dois furos de 12 mm, no mínimo, por linha de ânodos para conexão dos vergalhões. Faça um corte único com, aproximadamente, 6mm de espessura e 12mm de profundidade no concreto, para interligar os furos de conexão dos vergalhões e os furos de conexão dos ânodos.

 

a – espaçamento máximo
X – Número mínimo de conexões de barras
O - Galvashield CC

Conexões individuais

Execute um furo para conexão do vergalhão por locação de unidade. Faça um corte de, aproximadamente, 6 mm de largura e 12 mm de profundidade no concreto para interligar a conexão do vergalhão com a conexão do ânodo. As conexões de armadura devem ser feitas usando o weber.guard kit conexão galvashield CC (kit de conexões para vergalhões). Introduza a extremidade do conector dentro do furo até a bobina de aço encostar-se na armadura. Ligue o conector ao fio de aço através da weber.guard ferramenta galvashield e ajuste a locação. O ajuste da locação pode ser feito através de batidas com o auxílio de um martelo. Ligue as unidades de weber.guard galvashield CC65 diretamente no cabo de conexão do vergalhão, usando o cabo conector fornecido. Se instalar em séries, ligue as unidades ao cabo de interconexão com o cabo conector (cabos conectores e fios são fornecidos no weber.guard kit conexão galvashield CC. Verifique a continuidade entre as unidades de weber.guard galvashield CC65 locadas e as conexões dos vergalhões com um multímetro. O valor encontrado deve  ser menor ou igual a 1 ohm. Execute os furos conforme as dimensões citadas nas Tabela 1 para instalação dos ânodos. Pré-sature as unidades por, no mínimo, dez minutos e por, no máximo, vinte minutos em água limpa. Com as pastilhas pré-saturadas (na condição saturada e seca), execute a instalação das mesmas nos furos com argamassas da linha weber.rep. Coloque a argamassa em 2/3 da profundidade de cada furo e pressione devagar a unidade permitindo a argamassa preencher todo o espaço garantindo a inexistência de vazios de ar entre a unidade weber.guard galvashield CC65 e o concreto. A espessura de cobertura mínima sobre a unidade weber.guard galvashield CC65 deve ser de 20mm. Coloque os fios dentro dos cortes e preencha os furos das unidades e os cortes com argamassa da linha weber.rep. Após o preenchimento, a argamassa deve ser submetida à cura úmida ou à agente de cura química e permanecer, sem tráfego, por 24 horas.